Blogs

Home page / Blogs / Um guia para integração de Python com SQL Server

Tabela de conteúdo
O Automatizado, Nenhum código Pilha de dados

Saiba como Astera O Data Stack pode simplificar e agilizar o gerenciamento de dados da sua empresa.

Um guia para a integração do Python com o SQL Server

Abril 2nd, 2024

Como desenvolvedor Python, você pode precisar se integrar a um banco de dados SQL em algum momento. O SQL Server é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional popular usado por muitas empresas, portanto, a integração do Python ao SQL Server é uma habilidade útil de se ter. Milhões de empresas em todo o mundo usam o SQL Server, que é um dos bancos de dados relacionais mais populares. Seus poderosos recursos e escalabilidade o tornam amplamente utilizado, e não é surpresa por quê. No entanto, integrá-lo ao Python pode ser um pouco complicado. Aqui está como você pode fazer isso.

O que é Python e SQL Server?

Integração Python para SQL

Você pode integrar o SQL Server com o Python sem a necessidade de nenhum software adicional de integração de dados. Este guia fornecerá uma visão geral dos fundamentos para que você possa começar de forma rápida e fácil.

Os desenvolvedores usam Python, uma linguagem de programação poderosa e versátil, para vários aplicativos, como desenvolvimento da Web, desenvolvimento de jogos, aprendizado de máquina e integração de dados. Por outro lado, o SQL Server é um popular sistema de gerenciamento de banco de dados relacional (RDBMS) que permite aos usuários armazenar e acessar dados de vários sistemas.

Quando combinados, Python e SQL Server fornecem aos usuários uma maneira eficiente de acessar dados armazenados em bancos de dados SQL Server a partir de scripts Python. Portanto, isso abre uma ampla gama de possibilidades para analisar, relatar ou executar outras tarefas com os dados. Além disso, o código Python permite que os usuários manipulem dados armazenados em bancos de dados SQL Server, expandindo ainda mais os recursos.

O processo de integração do Python com o SQL Server é relativamente simples, permitindo que os desenvolvedores comecem rapidamente a alavancar ambas as tecnologias em seus projetos. Embora seja possível executar todas as tarefas de integração manualmente, existem várias outras opções de software de integração de dados disponíveis que podem simplificar consideravelmente o processo.

Por que integrar Python e SQL Server?

A integração de Python e SQL Server oferece vários benefícios para análise de dados e desenvolvimento de aplicativos.

  • Acesso a armazenamento de dados robusto. O SQL Server é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional que armazena e organiza dados em tabelas. O Python pode se conectar ao SQL Server para consultar e manipular esses dados.
  • Aproveite o poder do Python para análise de dados. Python tem muitas bibliotecas para análise de dados, aprendizado de máquina e visualização. Ao conectar o Python ao SQL Server, você pode analisar os dados armazenados no banco de dados.
  • Crie aplicativos da Web orientados a dados. Python é uma estrutura popular para a construção de aplicativos da web. Ao usar o Python para se conectar ao SQL Server, você pode criar aplicativos da Web orientados a dados que leem e gravam dados no banco de dados.
  • Use linguagens familiares. Se você estiver familiarizado com Python e SQL, integrá-los permite que você aproveite os pontos fortes de cada linguagem. Você pode escrever consultas SQL para manipular dados no banco de dados e usar Python para construir a lógica do aplicativo.
  • Ecossistema robusto de ferramentas. Python e SQL Server possuem muitas bibliotecas de código aberto e ferramentas para ajudar no desenvolvimento. A integração dessas tecnologias permite utilizar ferramentas de ambos os ecossistemas.

Em resumo, integrar o poder do Python e os recursos de armazenamento de dados do SQL Server fornece uma plataforma para criar aplicativos orientados a dados e analisar dados de maneiras poderosas. Com a variedade de ferramentas e bibliotecas em ambos os ecossistemas, Python e SQL Server são uma combinação perfeita para um desenvolvimento produtivo.

Etapas para se conectar ao SQL Server com Python

A integração do SQL Server com o Python pode ser feita de várias maneiras, sendo a mais comum usar a biblioteca python piodbc. Essa biblioteca fornece uma camada de abstração entre seu código e o driver ODBC, permitindo que você escreva um código mais fácil de manter e entender.

As etapas a seguir podem ser usadas para estabelecer uma integração bem-sucedida do SQL Server com o Python:

1. Instale um driver ODBC para SQL Server

O driver ODBC para SQL Server pode ser baixado do Centro de Download da Microsoft. A versão do driver necessária pode depender da versão do SQL Server e do sistema operacional. Aqui estão alguns links para baixar o driver:

2. Importe o pyodbc para o seu projeto

Para usar o pyodbc, você precisará instalá-lo primeiro. Você pode usar o pip, o gerenciador de pacotes do Python, para instalar o pyodbc. Aqui está o comando para instalar o pyodbc:

pip install pyodbc

3. Crie um objeto de conexão ODBC usando pyodbc

Você precisará fornecer os detalhes de conexão para seu banco de dados do SQL Server para criar um objeto de conexão ODBC. Aqui está um trecho de código de exemplo que mostra como criar um objeto de conexão ODBC usando pyodbc:

import pyodbc conn = pyodbc.connect('DRIVER={SQL Server};SERVER=;DATABASE=;UID=;PWD=')

Substituir , , e com os valores reais de seu banco de dados.

4. Use o método .connect() no objeto para iniciar uma conexão com o SQL Server

Depois de ter um objeto de conexão ODBC, você pode usar o método .connect() para iniciar uma conexão com o SQL Server. Veja como você pode usá-lo:

import pyodbc conn = pyodbc.connect('DRIVER={SQL Server};SERVER=;DATABASE=;UID=;PWD=')
conn.connect()

5. Realize operações como inserir, atualizar e excluir dados de seu aplicativo Python

Uma vez estabelecida a conexão, você pode usar instruções SQL para executar várias operações em seu banco de dados SQL Server de dentro de seu aplicativo Python. Aqui está um trecho de código de exemplo que mostra como executar uma consulta SQL usando pyodbc:

cursor = conn.cursor() cursor.execute("SELECT * FROM ") rows = cursor.fetchall()

Substituir com o nome real da tabela da qual você deseja recuperar dados.

6. Feche a conexão usando o método .rollback() ou .commit(), dependendo se você deseja que suas alterações de transação sejam salvas ou revertidas

Depois de concluir as operações do banco de dados, você precisará fechar a conexão para evitar vazamentos de recursos. Você pode usar o método .rollback() para reverter quaisquer alterações não confirmadas ou o método .commit() para salvar quaisquer alterações feitas no banco de dados.

Consultas SQL avançadas em Python e SQL Server

Python para SQL

O SQL Server e o Python oferecem diversas opções poderosas quando se trata de escrever consultas SQL avançadas. Com a combinação certa de experiência em desenvolvimento e as ferramentas certas, você pode acessar informações de maneira rápida e eficiente por meio da integração do SQL Server e do Python.

Você pode usar Python para executar consultas avançadas em bancos de dados do SQL Server. Isso inclui aproveitar subconsultas, consultas parametrizadas, agrupamento de resultados e muito mais. O uso do Python permite mais flexibilidade na criação de consultas complexas do que apenas usar o código T-SQL sozinho.

Para quem procura uma solução fácil e eficiente, Astera Centerprise é uma ferramenta popular que oferece um conjunto abrangente de recursos de integração de dados. Ele fornece uma interface intuitiva de arrastar e soltar, que facilita a conexão com o SQL Server ou qualquer outra fonte de dados, transforma dados e automatiza fluxos de trabalho de integração de dados sem exigir nenhum conhecimento de codificação. Ao escolher uma ferramenta para integração de dados sem código, considere fatores como facilidade de uso, custo, escalabilidade e suporte e documentação disponíveis.

Lembre-se de que a integração entre SQL Server e Python pode ser um processo complexo, especialmente ao trabalhar com conjuntos de dados grandes e complexos. Esteja preparado para investir tempo e recursos para aprender e experimentar diferentes ferramentas e abordagens até encontrar a melhor solução para suas necessidades.

Conclusão

Concluindo, a integração do SQL Server com o Python é uma maneira poderosa de aumentar a eficiência do gerenciamento de dados. Aproveitando os recursos orientados a objetos do Python e aproveitando a modelagem de dados e a linguagem de consulta do SQL Server, você pode criar aplicativos robustos com maior flexibilidade e escalabilidade. Além disso, se você está procurando uma alternativa fácil para integrar manualmente o SQL Server com o Python, uma plataforma de integração de dados como Astera Centerprise pode simplificar o processo e economizar tempo e recursos. Portanto, se você optar por integrar o SQL Server com o Python manualmente ou usar uma plataforma como Astera Centerprise, simplificar suas operações de integração de dados pode ajudá-lo a descobrir insights valiosos de seus dados mais rapidamente.

utilização Astera Centerprise para facilitar a integração do SQL Server

A integração de dados do SQL Server em seu pipeline de dados não precisa ser uma tarefa assustadora. Astera Centerprise oferece uma maneira fácil de monitorar e consultar dados do SQL Server, tornando o processo de integração muito mais simples.

Astera Centerprise permite que os usuários:

  • Crie e execute pipelines de integração de dados em minutos, permitindo a transferência perfeita de dados entre sistemas e aplicativos
  • Crie facilmente novos registros de dados usando uma interface amigável, sem exigir nenhum conhecimento ou experiência em codificação
  • Acesse dados de uma variedade de fontes com o mínimo de esforço manual
  • Automatize o fluxo de dados entre os sistemas de origem e destino, agilizando o processo de integração
  • Mescle várias tabelas de origem em uma única tabela integrada ou arquivo simples, simplificando a análise de dados e relatórios

A plataforma fornece uma interface gráfica abrangente onde você pode arrastar, soltar, mapear e transformar registros de origem em saídas de destino. Ele também permite que você configure fluxos de sincronização de banco de dados que manterão seu banco de dados sincronizado com fontes de banco de dados remotas o tempo todo. Assim, com a ajuda de Astera Centerprise, você pode monitorar e sincronizar bancos de dados de várias plataformas de forma rápida e fácil.

Você pode gostar
Teste ETL: Processos, Tipos e Melhores Práticas
Guia para iniciantes em marketing baseado em dados
Customer 360: O que é e como implementá-lo?
Considerando Astera Para suas necessidades de gerenciamento de dados?

Estabeleça conectividade sem código com seus aplicativos corporativos, bancos de dados e aplicativos em nuvem para integrar todos os seus dados.

Vamos nos conectar agora!
vamos conectar