Blogs

Home page / Blogs / MongoDB vs MySQL: uma comparação detalhada

Tabela de conteúdo
O Automatizado, Nenhum código Pilha de dados

Saiba como Astera O Data Stack pode simplificar e agilizar o gerenciamento de dados da sua empresa.

MongoDB vs MySQL: uma comparação detalhada

Javeria Rahim

Gerente Associado SEO

7 de fevereiro de 2024

Investir no banco de dados certo pode tornar mais fácil para as empresas enfrentarem o crescimento exponencial dos dados atualmente. Vários provedores de banco de dados afirmam atender aos desafios modernos de dados, mas a questão é: eles atendem aos seus requisitos comerciais específicos?

MongoDB e MySQL são dois sistemas de gerenciamento populares preferidos por empresas que lidam com grandes volumes de dados. No entanto, cada banco de dados tem prós e contras e é adequado para um caso de uso específico. Portanto, antes de escolher um, você deve avaliá-lo em vários fatores, como segurança, flexibilidade, escalabilidade e, o mais importante, nos casos de uso suportados.

Aqui está uma comparação detalhada do MongoDB vs. MySQL para ajudá-lo a tomar uma decisão informada.

O que é MongoDB?

MongoDB é um banco de dados NoSQL de código aberto e gratuito que pode armazenar grandes quantidades de dados não estruturados. Em vez de linhas e colunas, o MongoDB usa coleções e documentos para armazenar dados. Cada coleção contém um conjunto de documentos e cada documento possui pares chave-valor, também conhecidos como unidade básica de dados. Os documentos no MongoDB têm um formato semelhante ao JSON e podem variar em tamanho e conteúdo. Cada documento possui um Id, que é a chave primária e representa um valor único em um documento.

Estrutura de dados MongoDB

Estrutura de dados do MongoDB

A natureza sem esquema torna o MongoDB uma solução altamente flexível, facilitando a inserção de campos em movimento.

MongoDB usa MongoDB Query Language (MQL), uma linguagem de consulta flexível e poderosa com CRU recursos que permitem criar, ler, atualizar e excluir informações. O MongoDB também facilita a compilação de dados, consultas geográficas e pesquisa de texto. Você pode consultar usando operadores vinculados a JSON, consultas booleanas AND e OR.

Recursos do MongoDB

  • Replicação: O recurso de replicação do MongoDB permite criar várias cópias dos mesmos dados e distribuí-los em vários servidores
  • Consultas ad hoc: O MongoDB oferece suporte a consultas ad hoc, consultas de intervalo, expressões regulares (Regex) e pesquisas de campo. Além disso, as consultas podem retornar campos de texto especificados e incorporar funções JavaScript especificadas pelos usuários.
  • Fragmento: Grandes conjuntos de dados são divididos em pequenos conjuntos nas instâncias do MongoDB para aumentar o desempenho
  • Balanceamento de carga: O MongoDB suporta simultaneidade de controle para gerenciar várias solicitações de clientes para vários servidores ao mesmo tempo
  • Coleções limitadas: MongoDB facilita coleções limitadas que gerenciam pedidos de inserção de dados
  • Escala horizontal: Você pode aumentar a capacidade do MongoDB apenas adicionando mais servidores.

O que é MySQL?

MySQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional de código aberto. Introduzido pela Oracle, o MYSQL ganhou muita força no mercado. É o segundo sistema de gerenciamento de banco de dados mais popular do mundo — usado por algumas das marcas mais populares, como booking.com e Netflix. Os desenvolvedores preferem trabalhar com esse banco de dados para sites WordPress.

Ele armazena os dados em formato relacional, ou seja, em linhas e colunas, o que facilita a análise e a consulta. O banco de dados é baseado no modelo cliente-servidor, portanto, sempre que um usuário quiser acessar alguma informação, ele pode enviar uma solicitação ao servidor usando comandos SQL. Os usuários podem usar comandos como “SELECT”, “UPDATE”, “INSERT” e “DELETE” para modificar dados.

Os desenvolvedores preferem trabalhar com MYSQL por causa de seu baixo custo de propriedade. Além disso, ele vem com diversas funcionalidades, como o MYSQL Work Bench, um painel que permite realizar a administração do servidor, realizar migrações de dados, realizar modelagem de dados e gerenciar dados de forma eficaz. Além disso, o banco de dados é altamente seguro e robusto.

Recursos MySQL

  • Replicação e clustering: O MySQL oferece suporte à replicação e agrupamento por meio de vários métodos de sincronização, o que melhora a eficiência da execução do programa
  • Segurança: MySQL fornece vários recursos de segurança, como Secure Sockets Layer (SSL), proteção por senha, plug-ins de autenticação e mascaramento de dados
  • Esquema de desempenho: Este recurso do MySQL permite que os usuários verifiquem a execução de um servidor em tempo de execução
  • Esquema on-line: O MySQL fornece uma variedade de esquemas online que ajudam os usuários a cumprir seus requisitos de capacidade de armazenamento e fornecem maior funcionalidade.
  • Cópia de segurança: O MySQL permite que os usuários façam backup de seus dados de várias maneiras, incluindo backup completo e incremental e backup lógico versus físico

Agora que abordamos as principais funcionalidades de ambos os bancos de dados, vamos comparar e contrastar suas capacidades e funcionalidades:

MongoDB vs. MySQL: facilidade de uso

MongoDB

Comparado ao MySQL, o MongoDB é mais fácil de trabalhar. Como não há necessidade de definir esquemas de antemão, ele dá a chance aos usuários com conhecimento técnico mínimo de começar imediatamente a armazenar dados nele.

Você pode usar o banco de dados com várias linguagens de programação, incluindo C, C# e .NET, C++, JavaScript, PHP, Ruby, Rust, Scala, Go, Swift e Python. A flexibilidade permite que as organizações contratem desenvolvedores com uma ampla gama de conhecimentos.

O MongoDB introduziu recentemente o MongoDB ATLAS, tornando mais fácil do que nunca usar o MongoDB na nuvem. Ele permite que os usuários gerenciem, dimensionem e operem o MongoDB na nuvem com apenas alguns cliques. Com o MongoDB ATLAS, você pode acessar rapidamente um cluster e começar a codificar imediatamente. Ele também permite que você combine ou migre seus dados de plataformas populares de armazenamento em nuvem, como Amazon S3.

MySQL

O MySQL depende da linguagem SQL Query, portanto, mesmo que um desenvolvedor não esteja familiarizado com o MYSQL, ele não terá muitos problemas para alcançá-lo, pois o SQL é uma linguagem fácil de dominar.

Como um banco de dados relacional, o MYSQL é mais fácil de trabalhar ao desenvolver aplicativos que requerem alta integridade referencial e segurança. Portanto, os desenvolvedores geralmente preferem o MySQL ao trabalhar em aplicativos financeiros ou de saúde.

O MySQL também é fácil de configurar. Usuários sem conhecimento prévio do MySQL podem instalar o banco de dados e ativá-lo no WordPress. Os usuários podem aproveitar várias ferramentas de terceiros para estabelecer uma conexão com o banco de dados.

A facilidade de uso depende do nível de conhecimento do desenvolvedor. A maioria dos desenvolvedores está familiarizada com o MySQL, pois ele tem uma grande comunidade e já está no mercado há algum tempo. Por outro lado, o MongoDB possui alguns recursos fáceis de usar e elimina o incômodo de definir o esquema antes de armazenar os dados.

MongoDB vs MySQL: escalabilidade

MongoDB

O que diferencia o MongoDB dos bancos de dados relacionais é a escalabilidade. Ele suporta dimensionamento horizontal, permitindo adicionar nós para aumentar a capacidade e lidar com a carga extra. Por exemplo, se você estiver construindo um aplicativo e seu banco de dados não puder mais lidar com a carga de trabalho, basta adicionar um servidor para atender ao aumento da demanda.

fonte

O MongoDB oferece suporte a dois tipos de métodos de dimensionamento de banco de dados: replicação e fragmentação.

A replicação permite criar cópias de banco de dados ou nós de banco de dados. Ele não aumenta a capacidade total do banco de dados ou sua capacidade de lidar com solicitações de gravação, mas aumenta a tolerância a falhas do MongoDB distribuindo solicitações de leitura por vários nós em vez de um único nó. Além disso, os clientes sempre podem acessar dados de outros nós se um nó ficar inativo.

Você pode aumentar a capacidade total do MongoDB e a capacidade de lidar com solicitações de gravação por meio de fragmentação ou particionamento. A fragmentação distribui apenas uma parte dos dados entre diferentes nós com base em uma chave de fragmentação, o que aumenta a capacidade de cada nó, pois processa apenas os dados que armazena.

MySQL

As opções de escalabilidade são consideravelmente limitadas no sistema de gerenciamento de banco de dados MySQL. Você geralmente tem duas opções: escalabilidade vertical ou réplicas de leitura.

Na escala vertical, você deve aumentar a capacidade de processamento do seu sistema existente. Ao contrário do dimensionamento horizontal, você não pode melhorar o desempenho adicionando um servidor; em vez disso, você precisa atualizar a capacidade de processamento, memória, armazenamento e velocidade da rede.

Outra opção são as réplicas de leitura, nas quais você faz cópias somente leitura de seus dados em diferentes servidores. Este método permite que você descarregue a carga de apenas um servidor. No entanto, há limitações quanto ao número de cópias que você pode fazer. Também representa um problema quando um aplicativo é pesado para gravação.

O MySQL também permite sharding, mas tem várias limitações, por isso geralmente não é usado.

Quando se trata de escalabilidade, o MongoDB é o vencedor claro. Você pode dimensioná-lo rapidamente a um custo baixo. Além disso, é mais tolerante a falhas e resiliente. Além disso, como você está apenas adicionando um servidor, não precisa desligar o servidor existente, portanto, não há tempo de inatividade. 

MongoDB vs MySQL: Segurança

MongoDB

O MongoDB também oferece extensas medidas de segurança. Um de seus recursos de segurança proeminentes inclui acesso baseado em função. Você pode dar aos usuários diferentes funções e privilégios de acordo. Fora isso, o MongoDB criptografa todo o tráfego por meio da criptografia TLS/SSL.

Outro recurso interessante oferecido pelo MongoDB é a criptografia em nível de campo do lado do cliente. Esse recurso permite que um aplicativo criptografe campos em documentos antes de enviar o arquivo para o servidor. Somente usuários com a chave de criptografia correta podem descriptografar os dados para lê-los. Se uma chave de criptografia for excluída, todos os dados ficarão inacessíveis.

Quando se trata de segurança, ambos os bancos de dados oferecem amplos recursos de segurança. Portanto, você não pode afirmar que um é melhor que o outro nesse aspecto. A escolha depende dos requisitos do negócio.

MySQL

O MySQL garante a máxima proteção de seus dados. Oferece segurança baseada em Listas de Controle de Acesso (ACLs), que não permitem que os usuários tentem conexões, consultas ou outras operações sem

O banco de dados também oferece suporte à transferência de dados criptografados entre cliente e servidor por meio de TLS (Transport Layer Security), o que garante que todos os dados recebidos por meio de uma rede pública sejam confiáveis. O protocolo TLS também pode detectar qualquer perda de dados.

Os usuários também podem obter recursos de mascaramento e desidentificação de dados com o MySQL Enterprise Edition. O desmascaramento permite ocultar dados confidenciais, como números de cartão de crédito ou números de identificação.

MongoDB x MySQL: velocidade

O MongoDB armazena dados não estruturados mais rapidamente do que o MySQL, pois não há necessidade de definir o esquema antecipadamente.

O processo de leitura e gravação de dados também é mais rápido, pois todas as informações de cada entidade são armazenadas em um único documento. Recursos como replicação e sharding também oferecem um aumento considerável no desempenho.

O MySQL é relativamente lento porque organiza as informações logicamente em tabelas. O banco de dados deve gravar e ler dados de muitas tabelas para atualizar ou recuperar informações, aumentando a carga do servidor e degradando a velocidade.

O MongoDB é claramente a escolha certa se você decidir com base em maior velocidade e desempenho.

MongoDB vs MySQL: Veredicto

Quando usar o MongoDB?

O MongoDB é um banco de dados ideal para:

  • Integre várias fontes de dados com diferentes formatos em um local centralizado.
  • No back-end de aplicativos de alto desempenho que exigem alta escalabilidade ou tráfego, como comércio eletrônico, mídia social ou aplicativo IoT, a escalabilidade horizontal permite que os usuários aumentem a capacidade do banco de dados a um custo baixo.
  • Lide com estruturas de dados complexas e em constante evolução.

Quando usar o MySQL?

MySQL é adequado para certos cenários, especialmente:

  • Quando os dados exigem alta segurança e integridade referencial.
  • Para manter um esquema definido com dados organizados que você não precisa atualizar ao longo do tempo.
  • No back-end de aplicativos financeiros, bancários ou médicos.
  • Para desenvolvedores novatos, o MySQL tem uma vasta comunidade e baixos custos de configuração.
  • Para startups que desejam lidar com tráfego de baixo volume.

Conclusão

O banco de dados escolhido depende da necessidade de sua organização e de seu caso de uso específico. Muitas vezes, as empresas usam dois ou mais bancos de dados juntos para lidar com diferentes casos de uso, o que requer uma transferência de dados perfeita entre eles. Astera Centerprise torna mais fácil para você se conectar a vários bancos de dados e ETL dados entre eles sem escrever nenhum código.

Aqui estão algumas características proeminentes de Astera Centerprise:

  • Conectores nativos: Astera Centerprise tem mais de 40 conectores nativos para bancos de dados populares, formatos de arquivo, plataformas de nuvem e data warehouses.
  • Transformações integradas: você pode facilmente manipular seus dados usando transformações sofisticadas incorporadas e sem código
  • Automação: Astera Centerprise oferece suporte a recursos de agendamento de trabalho baseados em gatilho que automatizam seus pipelines de dados
  • Recursos de qualidade de dados: Possui vários recursos de validação e limpeza de dados que garantem que seus dados estejam sempre íntegros e as decisões confiáveis
  • Interface de usuário de arrastar e soltar: Astera Centerprise é fácil de usar e vem com uma curva de aprendizado curta. Você pode começar a criar seus pipelines de dados em minutos.
  • Detecção de esquema: Ele detecta automaticamente o esquema do MongoDB e ajuda a mapeá-lo para um banco de dados relacional com facilidade

Baixar Astera Centerprise hoje e experimente gratuitamente por 14 dias.

Você pode gostar
Governança da Informação vs. Governança de Dados: Uma Análise Comparativa
Estrutura de qualidade de dados: o que é e como implementá-la
Tudo o que você precisa saber sobre a integridade dos dados 
Considerando Astera Para suas necessidades de gerenciamento de dados?

Estabeleça conectividade sem código com seus aplicativos corporativos, bancos de dados e aplicativos em nuvem para integrar todos os seus dados.

Vamos nos conectar agora!
vamos conectar