Blogs

Home page / Blogs / Migração de dados do Salesforce: o que é e como configurá-la?

Tabela de conteúdo
O Automatizado, Nenhum código Pilha de dados

Saiba como Astera O Data Stack pode simplificar e agilizar o gerenciamento de dados da sua empresa.

Migração de dados do Salesforce: o que é e como configurá-la?

Ammar Ali

Gerenciador de conteúdo

15 de fevereiro de 2024

O que é migração de dados no Salesforce?                                        

A migração de dados do Salesforce é o processo de transferência de dados de fontes externas, sistemas legados, normalmente bancos de dados, para a plataforma Salesforce, uma plataforma de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) baseada em nuvem. Essa migração geralmente é realizada quando uma organização adota o Salesforce para gerenciar dados de clientes, vendas, marketing e outros processos de negócios.

Por que migrar dados de sistemas legados para o Salesforce?

A migração de dados do Salesforce provavelmente será um processo inevitável se você decidir adotar o Salesforce como sua solução de gerenciamento de relacionamento com o cliente (CRM) ou precisar integrá-lo a outros aplicativos. A migração para o Salesforce a partir de plataformas legadas, em particular, oferece inúmeras vantagens que podem melhorar significativamente a eficiência, a escalabilidade e as operações comerciais gerais da sua empresa.

Aqui estão alguns motivos principais pelos quais você pode querer migrar para o Salesforce:

  • Escalabilidade: Com o Salesforce, seu sistema pode lidar facilmente com volumes crescentes de dados e cargas de usuários à medida que sua empresa cresce, garantindo desempenho e capacidade de resposta ideais.
  • Acessibilidade na nuvem: Acesse seus dados e aplicativos a qualquer hora, em qualquer lugar, com a conveniência de uma plataforma baseada em nuvem, promovendo a colaboração e permitindo o trabalho remoto.
  • Automação avançada: Aproveite ferramentas robustas de automação no Salesforce para agilizar e automatizar seus processos de vendas e serviços, reduzindo o esforço manual e aumentando a eficiência operacional.
  • Personalização flexível: Personalize o Salesforce para corresponder aos seus processos de negócios exclusivos, garantindo um ajuste perfeito às necessidades específicas e aos requisitos em evolução da sua organização.
  • Segurança e conformidade: Aproveite as medidas de segurança de alto nível do Salesforce, incluindo criptografia de dados e controles de acesso do usuário, garantindo a confidencialidade e a conformidade de seus dados comerciais confidenciais.

Tipos de migração de dados no Salesforce

A migração de dados do Salesforce pode ser dividida em quatro tipos diferentes:

  • Migração de banco de dados: Migrar dados de bancos de dados externos, como SQL, NoSQL ou outros sistemas CRM, para o Salesforce. Garanta uma transição tranquila considerando as diferenças de esquema.
  • Migração de aplicativos: Faça a transição de dados e replique a funcionalidade do aplicativo do seu CRM ou aplicativo de negócios existente para o Salesforce. Isso envolve configuração ou personalização extensiva.
  • Migração de armazenamento: Gerencie a migração de anexos e arquivos no Salesforce movendo-os para sistemas de armazenamento externos. Como alternativa, utilize as opções externas de armazenamento de arquivos do Salesforce para lidar com dados com eficiência dentro dos limites de armazenamento especificados.
  • Migração para nuvem: Execute a transferência de dados de sistemas locais ou outras plataformas em nuvem para o Salesforce. Aproveite a infraestrutura baseada em nuvem do Salesforce, incluindo IaaS, PaaS ou SaaS, para melhorar a acessibilidade e a escalabilidade.

Há outro caso de uso de migração de dados do Salesforce Classic para o Lightning. Se você estiver usando a versão legada e considerando migrar do Salesforce Classic para o Lightning, você entrará na edição renovada do sistema. Essa transição oferece a oportunidade de acessar recursos exclusivos e desfrutar de uma UI/UX aprimorada.

A lista de verificação de migração de dados do Salesforce

Embora sua jornada real de migração de dados do Salesforce provavelmente seja diferente, devido aos seus requisitos exclusivos, a seguir estão as etapas típicas de migração de dados do Salesforce que você pode esperar:

  1. Planejamento: Em primeiro lugar, você precisa de um plano de migração de dados do Salesforce que defina o escopo, os objetivos e os critérios de sucesso para sua migração de dados do Salesforce. Identifique os sistemas de origem, entidades de dados e partes interessadas envolvidas. Seu plano de migração de dados do Salesforce também deve ser claro quanto aos cronogramas, recursos e responsabilidades.
  2. Avaliação de dados: Conduza uma análise completa de seus dados existentes. Identifique a qualidade das fontes de dados e possíveis problemas, como registros duplicados ou incompletos. Avalie a estrutura, os formatos e os relacionamentos dos dados para criar uma imagem clara do que precisa ser migrado.
  3. Mapeamento de dados: Crie um mapeamento entre os campos de dados de origem e de destino no Salesforce. Especifique como os dados serão transformados e mapeados durante o processo de migração. Garanta o alinhamento com os modelos de dados do Salesforce e considere qualquer limpeza ou enriquecimento de dados necessário.
  4. Extração de dados: Extraia dados dos sistemas de origem de acordo com o plano de mapeamento. Certifique-se de que os processos de extração de dados mantenham a integridade dos dados e considere o uso de ferramentas ou scripts de extração para automatizar o processo e minimizar erros.
  5. Transformação de dados: Aplique as transformações necessárias aos dados extraídos para alinhá-los aos requisitos do Salesforce. Isso inclui limpeza de dados, ajustes de formatação ou quaisquer outras modificações necessárias para garantir a compatibilidade com as estruturas de dados do Salesforce. Por exemplo, pode ser necessário padronizar as informações de endereço se elas estiverem em um formato diferente.
  6. Data de validade: Execute verificações de validação completas nos dados para garantir precisão e integridade. Aplique regras de validação personalizadas para validar dados com base em critérios predefinidos e reconciliar quaisquer discrepâncias para manter a qualidade dos dados.
  7. Carregamento de dados: Carregue os dados transformados no Salesforce. Dependendo do volume de dados, considere usar soluções de migração de dados de nível empresarial para migrar seus dados para o Salesforce.

Lembre-se de que esta lista de verificação de migração de dados do Salesforce não é exaustiva. No entanto, deve dar uma ideia do processo geral.

Ferramentas de migração de dados do Salesforce

O Salesforce oferece ferramentas nativas de migração de dados, como o Salesforce Data Loader, mas elas podem ser complexas para usuários não técnicos. Os usuários sem uma sólida formação técnica consideram um desafio navegar e usar essas ferramentas de maneira eficaz. Além disso, enfrentam limitações ao lidar com grandes volumes de dados. Para empresas com extensos conjuntos de dados, o desempenho destas ferramentas não é tão eficiente.

Além disso, eles enfrentam transformações complexas de dados e são incapazes de lidar com estruturas de dados complexas. Para mitigar esses problemas, você deve considerar soluções de terceiros. Quando se trata de migrar dados para o Salesforce, Ferramentas Extrair, Transformar, Carregar (ETL) são atores-chave. Há uma variedade para escolher, adequada para diferentes níveis de habilidade técnica.

Apesar das semelhanças, cada ferramenta tem seus próprios pontos fortes e fracos técnicos. Ao decidir, considere os objetivos da sua empresa e certifique-se de que a ferramenta escolhida tenha os recursos técnicos necessários para uma transição tranquila para o Salesforce.

Há uma mudança notável em direção à adoção de soluções sem código para migração de dados do Salesforce. Essas ferramentas agilizam o processo, não exigindo conhecimentos de codificação e garantindo acessibilidade para uma base diversificada de usuários. É importante ressaltar que o foco vai além das migrações de dados singulares; essas ferramentas são excelentes na automatização de processos ETL contínuos.

Este compromisso com a automação contribui para a eficiência operacional sustentada, oferecendo uma solução para estratégias de gestão de dados de longo prazo. Recomendamos usar Astera—uma solução de gerenciamento de dados unificada e sem código para lidar com a migração complexa de dados do Salesforce, pois pode lidar com migração de grande volume e processos ETL com facilidade.

Como migrar de plataformas legadas para Salesforce

utilização Astera, você pode migrar facilmente seus dados de plataformas legadas para o Salesforce em questão de minutos. Aqui está um guia passo a passo:

Etapa 1: conecte-se ao seu destino legado. Esta etapa inicial estabelece uma conexão com o sistema de origem onde seus dados residem atualmente. Astera suporta uma ampla gama de sistemas novos e legados. Por exemplo, vamos selecionar o sistema legado IBM Db2.

Sistema legado-db2

Depois de assimilar os dados, você poderá usar o recurso de visualização de dados para examinar os campos de dados. Neste caso, examinamos os dados na tabela do cliente.

visualização de dados-Astera

Etapa 2: aplicar transformações para limpar e filtrar dados

Limpar os dados removendo registros sem regiões especificadas é essencial para garantir a integridade e precisão dos dados no novo sistema Salesforce. Esta etapa melhora a qualidade das informações migradas, evitando problemas relacionados a dados incompletos ou inconsistentes.

A visualização de dados acima mostra dados ausentes na coluna de região. Portanto, vamos adicionar uma regra de objeto de qualidade de dados para remover os registros que não possuem região especificada.

região nula com qualidade de dados

Agora, a visualização dos dados mostra os campos com dados na coluna Região.

região de visualização de dados

E as linhas com dados ausentes?

Podemos usar a função Log para obter um log dos dados em nível de registro. Destaca todos os campos com valores vazios na coluna Região.

log Astera

Etapa 3: Conecte-se ao banco de dados Salesforce.

Estabeleça uma conexão segura com o banco de dados Salesforce. Selecione Especificar informações do banco de dados, escolha Salesforce REST V2 como provedor de dados, insira as credenciais e está tudo pronto.

Conector Salesforce-Astera

Depois que a conexão for estabelecida, mapeie os campos para o banco de dados Salesforce.

Etapa 4: execute o fluxo de trabalho.

A etapa final é executar o fluxo de dados para concluir a transição do sistema IBM Db2 desatualizado para o Salesforce.

astera-fluxo de dados

E é isso! Os dados são migrados para o Salesforce.

migração de dados da força de vendas Astera

Práticas recomendadas de migração de dados do Salesforce

Aqui estão algumas práticas recomendadas que você deve ter em mente ao migrar dados do sistema legado para o Salesforce:

  • Avaliação completa de dados: Antes de iniciar a migração de dados do Salesforce, avalie cuidadosamente os dados existentes para identificar inconsistências, redundâncias e registros incompletos. Uma compreensão abrangente dos seus dados orientará a sua estratégia de migração e minimizará as interrupções.
  • Definir objetivos claros: Descreva claramente suas metas de migração de dados e defina objetivos específicos. Defina como é o sucesso em termos de precisão, integridade e oportunidade dos dados. Ter um plano bem definido manterá sua migração no caminho certo e garantirá que você atenda aos requisitos de seu negócio.
  • Estabeleça uma estratégia robusta de mapeamento de dados: Crie um documento abrangente de mapeamento de dados que descreva claramente como os dados da origem se alinham aos objetos e campos do Salesforce. Use uma ferramenta de mapeamento de dados para mapear rapidamente campos de dados de origem e destino. Garanta a integridade dos dados mapeando os campos com precisão, considerando os tipos de dados e abordando quaisquer transformações necessárias durante a migração.
  • Teste e valide completamente: Teste rigorosamente seu plano de migração de dados do Salesforce em um ambiente sandbox antes de executá-lo em uma instância ativa do Salesforce. Verifique a precisão, integridade e adesão dos dados às regras de validação.
  • Priorize a facilidade de uso: Escolha um Salesforce fácil de usar solução de migração de dados que facilitam um processo de migração tranquilo, sem extensos requisitos de codificação. Adote plataformas sem código para simplificar tarefas e capacitar usuários não técnicos a participarem ativamente no processo de migração, promovendo a eficiência e reduzindo o risco de erros.

Custo da migração de dados do Salesforce

Determinar o custo da migração para o Salesforce envolve avaliar variáveis ​​como o tamanho da sua empresa, a complexidade da migração e a seleção específica do produto Salesforce.

Devido à natureza sutil desses fatores, é difícil fornecer um número, mesmo que seja aproximado. Para uma estimativa de custo personalizada e adaptada ao seu caso de uso, alcançar para nossa equipe de vendas. Discutiremos seus requisitos e forneceremos uma estimativa de custo para migração de dados para o Salesforce.

Conclusão

Migrar seus dados para o Salesforce é uma escolha inteligente porque centraliza e agiliza as informações dos clientes. Mas tenha em mente que é apenas o primeiro passo na direção certa. Você deve projetar uma arquitetura de dados para garantir que seu sistema Salesforce tenha dados precisos e completos disponíveis para relatórios e análises oportunas. Portanto, considere investir em uma ferramenta como Astera que permite migrar dados facilmente para o Salesforce e criar pipelines de dados automatizados, sem escrever código. Além de facilitar a migração de dados, ele serve como uma solução escalonável e de longo prazo para lidar com processos complexos de ETL e integração de dados.

Você gostaria de saber mais sobre como Astera pode ajudá-lo a migrar dados para o Salesforce? Com anos de experiência em migração de dados, nossa equipe está pronta para oferecer orientações e conselhos valiosos para apoiá-lo durante todo o processo. Contate-nos agora ou solicite um teste gratuito de 14 dias!

Você pode gostar
As 7 principais ferramentas de agregação de dados em 2024
Estrutura de governança de dados: o que é? Importância, Pilares e Melhores Práticas
As melhores ferramentas de ingestão de dados em 2024
Considerando Astera Para suas necessidades de gerenciamento de dados?

Estabeleça conectividade sem código com seus aplicativos corporativos, bancos de dados e aplicativos em nuvem para integrar todos os seus dados.

Vamos nos conectar agora!
vamos conectar